terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Piloto Sem-Nome de uma possível joint-venture entre Fique Louco e The Coke INC:

N.A.: Esse one-shot é como um piloto de um projeto que está sendo desenvolvido entre Guilherme Grunewald (do FIQUE LOUCO!) e este seu criado. O argumento foi bolado, e eu arrisquei essa pequena cena. Por obséquio, dêem o maldito feedback.

"Gregor andava pela rua com a cabeça baixa, ouvindo Tears For Fears no seu MP3 coreano. Ele lembrava de Laura quando ouvia aquela música em particular - talvez fosse pelo fato de sua amiga ser fá de músicas do mainstream (e ele não conseguia pensar em uma coisa oitentista mais clichê que Tears For Fears), ou pelo fato dela ser um pouco rechonchuda mas ainda sim digna de uma olhada mais detalhada no decote branco de falta de sol. Pensava na garota e se um dia encontraria alguém interessante para passar os dias tal como a amiga (uma vez que ambos haviam caído na "zona da amizade" há muito tempo).
Gregor sonhava ter R$ 15 reais para ir ao cinema ou para algum lugar que fosse longe da "noite do Tekken 6" com seus amigos nerd-fags (um cruzamento dos Trilambs com a flor do recalque e do preconceito que ironicamente todos os militantes gays acabam por possuir), quando entrou na lanchonete onde sua amiga trabalhava. Sacou o cartão do vale-refeição da firma para pagar um suco de caju gelado. Comentou entre os dentes, depois de passar o cartão: 'eu mataria um camelo com as mãos por um maço de cigarros agora', enquanto saía com a amiga pela porta do estabelecimento comercial.
Ele bateu as mãos sobre o casaco de tactel azul-marinho, e encontrou o maço de Pall Mall azul, com alguns bastões faltando, dando espaço para o isqueiro preto. Ele abriu, olhou, sacou o cigarro e acendeu-o. O gosto estava normal, o cheiro também - o cheiro de cigarro - e disse com a calma de um cirurgião: puta que pariu.

- O que foi, Greg? - perguntou a mocinha de olhos verdes e cabelos encaracolados.
- Eu pensei, e aconteceu. Pall Mall azul, parou de ser vendido há quatro anos.
- Fumando cigarro vencido? Puta merda, hein.
- Eu comprei essa jaqueta HOJE. O maço não tava aqui."
- Amorzinho, você tá trabalhando demais. Esse aqui é dos comuns - disse a moça, tomando o maço das mãos do rapaz e mostrado que era apenas um .
- Mas... Ah, tanto faz. Deve ser isso.
- Cinema ou panquecas?
- Nem um, nem outro. Sem grana. Vou pra casa do povo, hoje é noite de Tekken 6.
- Você não se cansa de ficar fazendo esses programas de autista? Jogar videogame como se fosse criança ainda... Bom, hoje tem som bom no Bunker, qualquer coisa eu vou deixar seu nome na lista, tá?
- Tá certo, 'tia'. Se eu apanhar muito no jogo, vou ver a sua baladinha.")

Sem comentários: