terça-feira, 8 de julho de 2008

"Palavra da Salvaçãaaaaaao...."

milhos aos pombos

UM CÓDIGO DE CONDUTA PARA ESCREVER UM POST PAGO

"A publicidade deve ser veiculada de tal forma que o consumidor, fácil e imediatamente, a identifique como tal." - Art. 36 do Código de Defesa do Consumidor.

• • • Recebi um convite para postar uma resenha sobre o novo biscoito da Canceritos & Co. Eles foram bem diretos e disseram que me darão 500 mariolas pelo serviço, mas o acordo inclui necessariamente um post com uma resenha positiva sobre o produto em meu blog. É pouco, mas preciso do dinheiro para pagar a faculdade. Como proceder?

Talvez seja melhor perder a faculdade. Antes de tudo, você concorda e aprova os produtos e práticas de mercado da Canceritos & CO? Você recomendaria aos seus filhos o novo biscoito da Canceritos & CO? Se sim, sem problemas. Você, como blogueiro profissional que tem na credibilidade seu maior capital, acredita realmente nos benefícios nutricionais da Canceritos & CO e pode emitir uma opinião pessoal favorável do produto se ele for realmente bom. Faça o post das virtudes do novo produto, mas mesmo assim não esqueça de deixar claro que você fez essa resenha com fins comerciais, para não violar o artigo 36 do Código de Defesa do Consumidor e ser transparente com seus leitores, que é o que importa. Por outro lado, se você sabe que os produtos não são realmente bons ou que você particularmente não gosta ou aprova, seja decente e não indique-os por dinheiro. A credibilidade é filha da honestidade e você não é a única pessoa esperta do planeta: a maior parte dos seus leitores vai perceber que falta honestidade intelectual em suas resenhas pagas. Com o tempo, eles irão procurar credibilidade e posts realmente relevantes em outros lugares da rede. E quando isso acontecer, nem as agências de publicidade irão querer você.

• • • O Banco Chupa-Pobres S.A. enviou um presente para a minha casa. É o Juros Plus Jovem, um plug anal que universitários ganham de brinde quando abrem sua primeira conta. Eles querem que eu experimente o caro mimo "sem compromissos". Também "sem compromissos", me convidam para fazer um post sobre as impressões que tive do produto. Devo aceitar o presente e fazer o post? Ou agradeço o mimo e devolvo o Juros Plus Jovem?

Depende. Se você é um conceituado blogueiro na área de música, nada mais natural que gravadoras e selos independentes enviem para você alguns CD's da cota de discos que eles produzem para essa finalidade, a tal "tiragem de divulgação para os meios de comunicação". Você é um respeitável crítico de música da rede e faz resenhas de discos, nada mais normal que receba e resenhe o novo disco dos Violentos do Amanhã, a banda jovem do momento. Então, resenhe o disco se quiser e seja sincero na sua crítica. Afinal, você não vai vender sua opinião porque ganhou um disquinho da banda Violentos do Amanhã, não é? Muito pelo contrário: você vai ouvir o disco e até fazer críticas pesadas, se for o caso. E é com essa neutralidade de crítico de música que você conseguirá respeito dos seus leitores. Mas se você recebe em casa o Calor Global, último modelo de carro de uma montadora de veículos, convém agradecer a empresa e devolver o "agradinho". Presentes e brindes caros de empresas particulares são práticas condenadas entre profissionais de comunicação. Hoje em dia, esses "brindes" e "cortesias" estão se tornando moeda de troca até entre trabalhadores da área de saúde. Sabemos que empresas de remédios fazem sorteios de carros e dão "de brinde" caras amostras grátis de seus remédios aos profissionais de saúde. Tudo em troca da predileção desses médicos por receitar uma determinada marca de remédio aos seus pacientes. Esses maus médicos passam a recomendar o Malucol 500mg aos seus pacientes apenas para receber os tais brindes e participar dos sorteios, prática odiosa e nada ética. No jornalismo, esse tipo de assédio também é muito comum e é chamado popularmente de "jabá". Você reconhecerá rapidamente um jabá ao receber um e-mail do tipo:

"Bom dia. Achamos genial e criativo o seu blog "Amontoado de Imagens Engraçadinhas que Circulam na Internet". Queremos que você conheça o nosso novo produto, o shampoo "Novo Lisa Again para Cabelos Encaracolados". Para tanto, estamos oferecendo dois dias de palestras sobre o produto em Fernando de Noronha, transporte e hospedagem no hotel Luxo & Luxo Resort por nossa conta. Após um passeio de barco no Domingo, faremos fotos com vocês e colheremos alguns depoimentos sobre o Novo Lisa Again. Desde já contamos com você para ajudar a dar um fim ao cabelo encaracolado, essa doença que ataca tantas mulheres"

É hora de dizer não. Você percebe que estão usando de poderio econômico para bajular você, um respeitado blogueiro, em troca de um post em favor do Novo Lisa Again. Você não tem nada contra cabelos encaracolados e não jogará sua credibilidade na lama em troca de dois dias de "brincando de ser rico". Mais importante que os golfinhos e os canapés, é a certeza de que você, como blogueiro profissional, não recomendaria um produto porque ficou maravilhado com os "agrados" de uma poderosa empresa.

• • • Mas sendo honesto e ético, perderei boa parte da fatia desse mercado. Isso não é ruim?

Isso é ótimo. Pior seria você ajudar as mesmas pessoas que transformaram a TV e os jornais impressos em fábricas de pautas pagas a lotear também a internet com suas "notícias" irrelevantes sobre seus "novos" produtos. A voracidade dessas empresas de publicidade nos mostra que devemos discutir amplamente a ética e os limites da propaganda nas novas mídias, sob pena de perdermos um canal de informação rico em diversidade e com potencial capacidade de formar consciências críticas. Isso é utopia? Talvez. Mas lembrem das palavras de Eduardo Galeano:


"A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar".

É mesmo um longo caminho, mas desejo e acredito no mais lindo dos horizontes para todos vocês. Não é feio ganhar dinheiro. Feio é o dinheiro ganhar você.

---> André Dahmer

(extraído do site http://www.malvados.com.br)

***----***

"Aaaaaaméeeeeeeem......"

Sem comentários: