quinta-feira, 28 de junho de 2007

Eu vou! Nem que seja arrastando, do meu leito de morte, mas eu vou!

The Magic Numbers. Banda inglesa de Ealing. Um cruzamento de Belle & Sebastian com um toque hippie de Woodstock. Romeo Stodart nos vocais e guitarra, Michele Stodart como vocais e baixo; Sean Gannon na bateria e Angela Gannon nos improvisos.

Primeiro chama a atenção pelo som leve mas pungente. Mas muitos - como o pessoal do marketing da Itambé, por exemplo - vai reparar que eles são "grandinhos". Fodam-se todos.

E eles virão pro Brasil. Na terceira semana de Julho, no Rio e em SP. Dessa vez, sem atravessadores. Sem medo de pagar uma baba por não ter carteirinha de estudante. Depois dos concursos. Não haverá força nessa Terra que me impedirá de ir.

Pra fechar, uma amostra audiovisual: o clipe de "I See You, You See Me" do primeiro álbum de 2005. Para aqueles que não dominam o idioma anglo-americano, fiz a gentileza de conseguir a tradução via http://letras.terra.com.br/.

Memórias de um mês de maio. Um rio que passou. Eita letrinha feladaputa...



I See You, You See Me (tradução)
The Magic Numbers
Composição: Indisponível


Eu nunca quis amar você, mas tudo bem
Eu sempre soube que você me abandonaria, de qualquer modo
Mas, querida, quando eu te vejo, eu me vejo

Eu perguntei aos garotos se eu poderia sair e brincar
Eles sempre disseram que você me machucaria, de qualquer modo
Mas, querida, quando eu vejo você, eu me vejo

Está tudo bem, eu nunca pensei que eu me apaixonaria de novo
Está tudo bem, eu a vejo como minha única amiga
Está tudo bem, eu nunca pensei que poderia sentir essa coisa
Correndo, correndo nas minhas veias
Parece que aconteceu de novo

Eu nunca pensei que você queria que eu ficasse
Então eu deixei você com as garotas que vieram com você
E, querido, quando eu o vejo, eu me vejo

Eu pensei muitas vezes que você ficaria melhor sozinho
Por que desenhar um círculo em volta de um homem com ossos quebrados?
Mas, querido, quando eu o vejo, eu me vejo

Está tudo bem, eu nunca pensei que eu me apaixonaria de novo
Está tudo bem, eu a vejo como minha única amiga
Está tudo bem, eu nunca pensei que poderia sentir essa coisa
Correndo, correndo nas minhas veias
Parece que aconteceu de novo

Você sempre parecia como se tivesse mais alguma coisa na mente
Mas quando eu tentei dizer a você, você me disse 'deixa pra lá'
Mas, querida (o), quando eu te vejo, você me vê

Eu quero te dizer que eu nunca amarei outra pessoa
Você quer me dizer que ficaria melhor sozinha
Mas, querida (o), quando eu vejo você, você me vê

Isso não é como eu sou, isso não é o que eu faço
Isso não é como eu sou, eu acho que estou apaixonado por você(X4)

Isso não é como eu sou [eu nunca pensei]
Isso não é o que eu faço [eu nunca pensei]
Isso não é como eu sou [eu nunca pensei]
Eu acho que estou apaixonado por você [eu nunca pensei]

Que eu poderia sentir essa coisa
Correndo, correndo nas minhas veias
Parece que aconteceu de novo

E parece que
Eu sinto essa coisa
Correndo, correndo nas minhas veias
Parece que aconteceu de novo

2 comentários:

Whiskey Jack disse...

WOW, gostei da letra muito boa.

Saudade de ouvir musicas assim.
Assim que caregar o youtube vou ouvir a musica.

ah, vontade mesmo de ir num show.
Cantar e gritar até arranhar a garganta.

aaaaaaaaaaaaaaarrrghhhh

Deco Ica disse...

Nem conheço a banda, mas espero que aproveites o show.

Abraço!