sexta-feira, 4 de maio de 2007

"Mãe! Tem um cantor de folk-rock bizarro na escola! Tô com medo!"

O tempo passa... o tempo voa... e nem a Poupança Bamerindus ou a cara de hipster do Bob aqui resistiram.



O site do New York Post informa que alunos de um jardim-de-infância em Calabasas, subúrbio de Los Angeles, vinham reclamando para seus pais sobre um "homem esquisito" que insistia em tocar "músicas assustadoras" no violão durante suas aulas.

Para a surpresa de todos, descobriu-se que o "homem esquisito" era ninguém menos que Bob Dylan, cujo neto, filho do também músico Jacob Dylan, estuda na escolinha. Ele começou a tocar para as crianças apenas para sua diversão – que, pelo visto, não era compartilhada pelos alunos.

Bob Dylan se encontra atualmente em turnê pela Europa, divulgando seu último disco, Modern Times.


Fonte: www.ig.com.br



***

Se eu tivesse seis anos e visse Bob Dylan cantar "Jokerman" para meus coleguinhas e eu na pré-escola, eu borraria as minhas calças fácil fácil.
Mas, daqui a vinte anos, eles crescerão, se tornarão jovens adultos posers e dirão "Bob Dylan cantou de graça pra mim aos seis. Tem idéia do que é isso?" e aumentará o culto para velhos mastodontes musicais como ele, Willie Nelson e o maldito Morrissey.


***

Mais tarde farei a resenha de Questionable Content - mais uma descoberta tardia do mundo internético. E se eu continuar a pegar as coisas legais depois delas terem passado, vou ser forçado a comprar um chapéu-paraná, um casaco de couro marrom, um bornal e um chicote. E ser processado pelo Harrison Ford e Steven Spielberg, em conjunto.

André Diniz é jornalista, escritor, psicólogo via MSN e arqueólogo de cultura pop.

Sem comentários: