sexta-feira, 27 de outubro de 2006

Pra tudo tem um tempo.

Na imagem, cena de "Despedida em Las Vegas", o filme mais deprimente que eu já assisti na TV paga. E olha que eu vi muitos filmes no Hallmark.


N.A.: Estava em diligência pelos meus pontos internéticos favoritos (vide ao lado) quando topei com aquilo. Blue, um tom de despedida como num filme antigo. O momento que se separa as coisas que você não pode levar e que precisa deixar para trás. Não pude evitar de sentir algo ressoar dentro das paredes da minha cabeça. Calhou de estar ouvindo esta canção. Espero que gostem. (Não é a minha favorita deles, já na época "farofa" que não lembra muito dos bons tempos da revolta pré-80's, um pouco do espírito de 1977. Mas tudo bem. Aqui é quase uma praia de tanta "farofa"....)


Miss Sarajevo
U2


Is there a time for keeping your distance
A time to turn your eyes away
Is there a time for keeping your head down
For getting on with your day

Is there a time for kohl and lipstick
A time for cutting hair
Is there a time for high street shopping
To find the right dress to wear

Here she comes
Heads turn around
Here she comes
To take her crown

Is there a time to run for cover
A time for kiss and tell
Is there a time for different colours
Different names you find it hard to spell

Is there a time for first communion
A time for East 17
Is there a time to turn to Mecca
Is there time to be a beauty queen

Here she comes
Beauty plays the clown
Here she comes
Surreal in her crown

Dici che il fiume
Trova la via al mare
E come il fiume
Giungerai a me
Oltre i confini
E le terre assetate
Dici che come fiume
Come fiume...
L'amore giungerà
L'amore...
E non so più pregare
E nell'amore non so più sperare
E quell'amore non so più aspettare


Is there a time for tying ribbons
A time for Christmas trees
Is there a time for laying tables
And the night is set to freeze

Sem comentários: